5 meses...

E rápido, rapidinho, chegamos aos 5 meses. Parabéns, meu amor! Faz hoje 5 meses que encheste a nossa vida com a tua alegria!

 

E aos 5 meses...

- Gostas muito de sopa, de fruta e de papa. Já comes duas refeições de sólidos por dia e as restantes são de leitinho da mamã. O LM continua, mas não sei se por mais um mês... Com o regresso ao trabalho e a tua ida para o infanário, notei uma baixa de produção... Veremos. O problema é que tu e o biberão continuam a ter uma relação muito conturbada.

- Até ao momento, introduziste na sopa a courgette, o feijão verde, para além da abóbora, da batata (doce e normal), da cebola e da cenoura. Amanhã vamos provar o alho francês.

- Dormir durante o dia é agora muito difícil. O mundo é grande e interessante e a dormir não se aprende nada, pensas... Mas aprende-se amor e muito! Quando dormes estás a acomodar tudo o que assimilaste durante o dia. Por isso, vamos dormir durante o dia se faz favor, pelo menos duas/três horas.

- De noite adormeces no berço sozinha. Continuas a acordar uma vez para mamar durante a noite, mas assim que papas toca logo a dormir (tirando uma ou outra excepção).

- A adaptação ao infantário foi muito melhor do que a mamã julgava. Gostaste das tuas amas, elas gostaram de ti e agora é ver-te rir quando chegas que nem uma desavergonhada.

- Ris às gargalhadas, adoras brincar com os ginásios, deliras com música e queres muita atenção. Já conversas bastante.

- A chupeta serve para te ajudar a adormecer e também para brincares com ela. É ver-te a pô-la e a tirá-la alegremente.

- Gostas muito de te sentar na cadeira de refeições, mas ainda não te colocamos na posição sentada porque ainda tens que fazer muito esforço. Colocamos-te, sempre, na posição recostada (2ª posição da cadeira polly da chicco).

- És muito simpática e fazer-te rir é muito fácil.

- Quando te chamamos pelo nome já respondes. Olhas com um ar maroto. Ás vezes, como és uma reguila, ficas a rir-te e a olhar pelo canto do olho. Na escolinha já dizem que vais ser uma traquina.

- Tem dois dentes que não deram muito trabalho a nascer.

- Ainda não te viras nem achas muita piada quando a mamã tenta ajudar-te a mudar de posição.

- Gostas muito, muito, de estar sentada no sofá. Sozinha ainda não te aguentas sozinha.

- Cada vez estás mais linda, mais doce, mais ternurenta. Adoras encostar a cabeça ao nosso pescoço, qual verdadeira mimoca. Colinho também adoras!

 

Adoro-te, simplesmente!

 

publicado por pipocateresa às 21:29 | comentar | favorito