Últimas e 7 meses

Esta semana foi dura.... E quando esperava "aquele" momento de descanso, eis que a pequerrucha adoece. Ligaram-me do infantário, à hora de almoço e como estava em Coimbra, fui logo buscá-la. Estava com febre e o peito apanhado. Passou a tarde mais ou menos, mas à noite acordou à 1 da manhã e só voltou a adormecer por volta das 5. Estava queixosa e chorona. Tinha também algumas cólicas. Hoje ainda só lhe coloquei um benuron porque a febre estava a subir, mas está um pouco melhor. Para a expectoração temos feito vapores com folhas de eucalipto. Vamos ver se amanhã já está melhorzinha.

 

Na próxima semana vou para um congresso no estrangeiro e a princesa vai ficar com a avó no Porto. Isto se melhorar claro! De qualquer forma só vou na quarta, por isso, até lá dá para ver a evolução.

 

E na quinta-feira o meu amor pequenino fez 7 meses! Está tão grande, linda e simpática!

- Come muito bem e não tira os olhos de nós quando comemos.

- Diz um "olá" e um "papá" quase perfeitos. Mexe os pés constatemente... aqueles pézinhos não páram!

- Adora mimos, festas e beijinhos. E também ela já dá uns beijos muito molhados e faz umas festas que são uma ternura.

- Música, música, música. Dêem-lhe música e ela fica bem!

- Já se vira muito bem e aguenta algum tempo sentada.

- Quando não quer estar sentada faz a ponte com as costas e resmunga.

- Raramente chora e acorda sempre a palrar e bem disposta!

- Adora o Hopla. Quando começa a música inicial, ela até treme. Fica muito atenta durante o episódio e reage ao que vê, sorrindo em algumas partes.

- Quando está a ouvir música os braços e as pernas estão sempre em acção.

- Gosta muito que a coloquem em pé!

- Continua com uma cara de reguila que não engana ninguém: vais dar trabalho filha! E depois tem um nariz torcido... faz um ar de enjoada quando não gosta de alguma coisa... 

 

Enfim, és linda! E eu meu amor adoro-te!

 

"Olha aqui
Preste atenção
Essa é a Nossa Canção
Vou cantá-la seja aonde for
Para nunca esquecer
O nosso Amor
O nosso Amor...

Veja bem, foi você
A razão e o porquê
De nascer esta canção assim
Pois você é o amor
Que existe em mim..."

(No outro dia estava numa loja de roupa e ouvi esta música, pelos vistos já velhinha, numa versão cantada pela Vanessa da Mata. Parei, ouvi e derreti-me.)

publicado por pipocateresa às 20:24 | comentar | favorito