31
Jan 14
31
Jan 14

1.º ciclo: a escolha #1

Faltam 2/3 meses para inscrevermos a Teresa no 1.º ciclo. Sinto um frio na barriga, confesso, quando penso nisso e me apercebo de como se aproxima tão rapidamente. Sei que provavelmente vai correr tudo bem, mas é uma mudança, e a mim as mudanças custam-me sempre.

 

Gosto muito da Escolinnha onde a Teresa está. Escolhemos os P. sem termos qualquer informação, visto que abriu no ano em que a Teresa entrou. Quando visitamos as instalações ainda estavam em obras e a Teresa na barriga. Conhecemos a Diretora e gostámos, gostámos muito, e penso que foi isso que impulsionou a decisão. Estamos muito, mesmo muito satisfeitos. Não é barato, mas o amor, atenção, cuidado, carinho, amizade, dedicação, confiança, e descanso que sentimos quando os deixamos, não têm mesmo preço.

 

Como disse a decisão da escolha dos P. foi nossa, sem informação nenhuma e decidimos bem. Desta vez, contudo, tenho vindo a recolher informações sobre as escolas, opiniões, rankings etc. Tentando ter critérios objetivos. Optámos por uma pública, mas a primeira grande decisão não foi essa: foi entre escolher do lado de lá do rio ou do lado de cá... Quem nos segue e é de Coimbra sabe bem que não é uma questão de paisagem... Há diferenças que as há. E depois é a hipótese de ficar logo no agrupamento que a leva à D. Maria (sempre Top nos rankings) ou à Brotero (também bem colocada). A primeira decisão, sobretudo por questões logísticas, foi tomada e recaiu sobre o lado de Santa Clara. Atravessar o rio, é mais do que apenas uma ponte, são 30 minutos de manhã complicados de gerir porque não temos "espaço" onde os ir buscar. E depois há imensas escolas deste lado, e estão bem posicionadas no ranking também. 

Tomada essa decisão, o passo seguinte é escolher a escola que será colocada em 1.º lugar. Há uma escola de que todos Falam e em diversas opiniões surgiu como sendo muito boa (familiar, tranquila, quadro estável): a Escola de F. (2205/4609). Depois temos a escola mais perto de casa que é a Escola A. F., da qual as opiniões são divergentes, mas que de todas as escolas próximas fica em segundo lugar no ranking (946/4609). Finalmente, temos uma terceira escola, a Escola E. S., que é também a 1.º do ranking nesta zona (862/4609), para onde vai a melhor amiga (embora esta ideia de melhor amiga vá mudando ao longo da semana, a Mafalda é, sem dúvida, a amiga mais falada desde sempre) mas que tem um problema: tem apenas 2 salas, portanto os anos estão misturados...

 

Tivemos uma reunião da sala da Teresa e 10 meninos querem ir para a Escola de F. (se entrassem todos quase faziam uma turma, mas a maior parte são de setembro para cima, logo de matrícula condicional), 1 para a a Escola de E. S. e mais uma para a A. F.. Eu disse que estava indecisa e por isso não faço parte desta contabilização.

 

Passo seguinte: visitar cada uma delas.

publicado por pipocateresa às 22:29 | comentar | ver comentários (2) | favorito
30
Jan 14
30
Jan 14

Bath time

 

 (o arranhão na cara da teresa é obra do grande "artista")

publicado por pipocateresa às 21:07 | comentar | ver comentários (3) | favorito
28
Jan 14
28
Jan 14

E depois há aqueles dias...

A maternidade também é feita de dias em que desejamos conseguir ir à casa de banho sem atrelados (5 minutos??).

Em que gostávamos de conseguir que as unhas secassem depois de as pintarmos.

Em que aquela resmunguice de fundo já nos irrita as entranhas.

Em que nos sai um grito mais alto.

Em que gostávamos de ter tempo para fazer coisas simples, mesmo simples, como secar a loiça sem ser a prestações, como fazer uns biscoitos do início ao fim, sem interrupções de horas pelo meio...

Tomar banho sem ser a correr e em sobressalto (não mexas, não tires, não abras, não puxes). E pôr creme no corpo? Ai pôr creme... onde anda esse hábito que era diário.

 

Sim também há aqueles dias...

                          ... mas mesmo nesses dias ouvimos um recém-nascido chorar na televisão e desejamos viver tudo novamente. 

 

 

publicado por pipocateresa às 21:41 | comentar | ver comentários (2) | favorito
27
Jan 14
27
Jan 14

E sobre a relação dos manos...

A Teresa é um doce. É meiga, é carinhosa, é protetora, é amiga, é cuidadosa.

 

O João é espevitado. É reguila, é irrequieto, é mexerico (mexe em tudo...). Mas é doce, meigo, mimoco.

 

Abraçam-se imensas vezes. Ele no meio das maratonas que faz pela casa, atira-se para o colo dela, enrosca-se às pernas dela a pedir mimo, festas, abraços, beijinhos. Se ela o agarra mais do que a energia dele aguenta, lá a empurra, e segue a vida atarefada.

Mas é ciumento. Ele. Ela nem por isso. Mas ele se me vê a dar-lhe mimos, vem logo a correr, reclamando o seu lugar. Empurra-a determinado e eu lá tento abraçar os dois e desviar a atenção dele da disputa. 

 

Enche-me o coração olhar para os dois e reforço a ideia que sempre tive: um irmão é a maior e melhor prenda que podemos dar a um filho.

publicado por pipocateresa às 22:59 | comentar | ver comentários (3) | favorito
03
Jan 14
03
Jan 14

2013 em imagens

# Janeiro # 

# Fevereiro # 

 

# Março #

 

# Abril #

 

# Maio #

 

# Junho #

 

# Julho #

 

# Agosto # 

 

# Setembro #

 

# Outubro #

________

 

# Novembro #

 

# Dezembro #  

       

publicado por pipocateresa às 21:07 | comentar | ver comentários (2) | favorito
01
Jan 14
01
Jan 14

Sobre o nosso Natal

A 24 rumámos a norte. Este ano o natal passou-se entre formigos, sopa seca, aletria, rabanadas, entre muitas outras iguarias. Passou-se no frio da fronteira entre o Douro e o Minho, mas numa casa quentinha de afectos ( o aquecimento central tabém ajuda vá! :)). Muitos mimos, atenções redobradas e tempo para não olhar para a passagem do tempo. Adoro ter dias em que o marca o tempo são as refeições: "já está na hora do lanche", "bem, tenho que começar a preparar o jantar", "já comia mais qualquer coisa", hehe. Com a chuva e o frio que se fazia sentir lá fora, foram 3 dias passados dentro de portas, mas sem que nos apercebessemos. Entre jogos, sestas do joão, brincadeiras, novos brinquedos (que cá por casa só atraem mesmo nos nos primeiros dias... dêm uma folha branca e lápis à minha filha e verão uma criança feliz!!), o tempo foi passando vagaroso. A melhor iguaria gastronómica foi, sem dúvida, o bacalhau. Um palmo de altura, aquela goma deliciosa, demoradamente assado na brasa... nhami nhami...

 

O João começou verdadeiramente a andar estas férias. Os primeiros passos foram aos 14 meses, como contei em post anterior, mas foi com a chegada dos 15 que começou mesmo a caminhar. Passa o dia a andar para trás e para frente, quarto, sala, cozinha, casa de banho... a maior parte do tempo atrás das minhas saias, porque o joão é tal e qual o que me diziam: colado à mãe.

 

A Teresa notei pela primeira vez estas férias uns pózinhos de ciúme. Eu sempre disse que seria quando ele começasse a querer ocupar o espaço dele com as gracinhas, quando todos os olhos se voltassem para ele à mesa, ao serão, etc. que ela se iria ressentir. E, de facto, assm está  a ser. Não é nada de muito notório, mas são as palavras que ela me diz no silêncio de um ou outro olhar. Trato-os muitas vezes por "amor". E se chamo a o João e não o faço, logo a seguir, à Teresa, vejo logo uma sombra no olhar dela... Por isso, tento evitar chamar a um e não ao outro.

 

Chegámos a 26 e na manhã seguinte o joão acordou com febre, à tarde já estava com 38 e tal e no dia seguinte já era 39... A história portanto repetiu-se. No ano passado foi a Teresa, este ano foi o João. Mais uma vez passámos o ano no aconchego do nosso lar e não passámos mal. Entre marisco, doces, e um bom vinho, fizemos a nossa festa. A Teresa aguentou-se até às 00.00 pela primeira vez e simplesmente adorou ver o fogo. A nossa casa tem uma das melhores vistas sobre o mondego, exatamente onde tem lugar o fogo de artifício, por isso, é puxar a cadeira e sentar em frente à janela. E cá estamos em 2014. Para este blog desejo vida longa e mais tempo para registar os tantos momentos que temos vivido. Este nosso espaço já tem mais de 5 anos (tem a idade da pipoca) e espero que comemore mais. Não sei, contudo, se vou manter este registo no futuro. Andamos a ponderar a privatização. Veremos.

 

Bom ano para todos!

publicado por pipocateresa às 20:54 | comentar | ver comentários (1) | favorito