A festa

No sábado, finalmente, comemorámos o aniversário da pipoca. Foi uma festa para a família mas que acabou por ser grande porque só com a família directa enchemos a casa. Na sexta cheguei a casa às 8 da noite, pelo que tentámos fazer coisas que não ocupassem muito tempo. Encomendámos várias coisas, fizemos outras, e, no final, como quase sempre acontece nas festas organizadas por mim, parecia um novo baptizado tal era a quantidade de comida.

 

A princesa esteve sempre maravilhosa. Super bem disposta, parecia que sabia que estávamos todos reunidos por causa dela. Ela sorria, ela brincava, ela dava os seus passinhos, ela fazia gracinhas, um doce, doce. Na escola fizeram-lhe uma coroa cor-de-rosa e era vê-la sempre com a coroa na cabeça, ela que detesta coisas na cabeça, aquela não a largava, toda importante. Enfim, um mimo!

 

E agora já “faz de conta”. “Faz de conta” que dá papa aos bonecos, “faz de conta” que está a chorar. Tão engraçada! A prenda preferida foi um triciclo daqueles que também dá para empurrar. Ainda não é bem para a idade dela porque ainda não tem muito equilíbrio, mas adorou de tal maneira que o tivemos que o ir esconder. Continua a gostar de brincar com peças de encaixe e recebeu, também, mais um brinquedo desses. Depois recebeu dois casacos quentinhos para os dias frios de Outono e Inverno. Lindos!

 

 

publicado por pipocateresa às 08:37 | comentar | favorito