Ausência

Ser mãe é... ser-se para sempre incompleto quando a distância nos separa...

 

No dia em que fazes 29 meses, não estás aqui ao meu lado, nem te vou ouvir rir (estás sempre a rir!)

nem falar, falar, falar

não te vou cheirar, abraçar, mimar

Ser mãe é também partilhar-te com quem também te ama

mas sem deixar de sentir este silêncio e este vazio

quando não estás

 

e hoje, como ontem e anteontem, para te descrever numa palavra encontro sempre a mesma: feliz!

 

(é uma separação de quase uma semana, a maior até agora. Amanhã estarei em Sevilha, a trabalho)

publicado por pipocateresa às 16:30 | comentar | favorito