01
Set 13

Meu querido mês de Agosto...

Chegou ao fim o mês de agosto. O meu querido mês de agosto. Mês dos meus anos, mês do meu coração, mês das férias, mês do sol.

Mês em que há tempo para tudo e em que perdemos a noção do tempo. O mês em que enchemos o carro de areia da praia, em que enchemos os nossos dias de sol, em que damos mergulhos diários. Mês em que a minha única profissão é ser mãe (tão bom).

 

Com o mês de agosto, terminam também as férias… Confesso que cada vez me custa mais o regresso. Antes o regresso era feito de esperança e de expetativas positivas, de fazer coisas novas, de novas ideias. Agora, começamos com este sentimento de receio pelo que aí vem, porque sabemos que é quase certo que para melhor não vamos… 

 

Mas falemos agora de férias. Começámos a norte, mas rapidamente rumámos para sul. Foram 3 semanas de praia e piscina. Uma delícia. O João simplesmente adorou a praia, a areia, o mar, a piscina. Filhos de peixes, peixinhos são. A Teresa já se desenrasca muito bem, com braçadeiras. A água no sotavento esteve sempre nuns simpáticos 24º. Chegávamos à praia cedo (por volta das 9) e íamos logo para a beira-mar. O João andava por ali na beirinha da água a gatinhar e chapinhar e a Teresa aproveitava as piscinas naturais que surgem na maré vazia para dar uns mergulhos. Depois dávamos uns mergulhos a sério e regressávamos à toalha para a hora dos lanches (e da bola de berlim). Por vezes o João adormecia no carrinho, outras vezes brincava mais um bocado, e outras ficava resmungão com o sono… :) Às 11 regressávamos. À tarde, geralmente, aproveitávamos a pisicina. E o tempo que esteve??? Fantástico. 

 

Todos os dias estiveram excelentes. Passeámos algumas noites (mais quando estivemos na praia da Luz) e noutras descansámos um pouco, tentando repor energias dos dias intensos. Sim, porque a ideia de férias não casa muito com a ideia de descanso quando temos duas crianças pequenas (uma delas tão pequena como o João). Por vezes, conseguimos coincidir as sestas dos dois reguilas o que nos deu 1/2 horas de descanso. Mas confesso que não foram muitas vezes. A verdade é que geralmente leio 3 livros nas férias e este ano levei um e nunca o abri…… hehehe 

 

As doenças estiveram longe da nossa porta. Apenas a Teresa teve uma tosse chata, mas mais nada. O João com o que correu no chão, "nadou", etc., nuca teve nada. E o que ele gatinha??? A uma velocidade estonteante!! Quer abrir gavetas, portas, no dia em que chegámos a casa, entrou na cozinha e num segundo arrancou uma flor dum vaso (sim, uma flor dum vaso)…

 

E amanhã recomeçamos… Quando são mesmo as próximas férias???

 

 

publicado por pipocateresa às 22:15 | comentar | ver comentários (3) | favorito
03
Out 09

Os primeiros passos

Esta semana tem sido uma evolução enorme e caminhamos a passos largos para a independência da pipoca. Começou por ficar em pé sozinha e agora já avança dois três passos, sem medo nenhum, mas ainda com pouco equilíbrio. É mesmo muito engraçado ver a cara de felicidade da princesa. Delira quando fica em pé e não tem medo nenhum, o que me assusta porque larga as mãos das coisas e começa a "andar" e depois "tumba"... Mas tem cuidado a cair e acaba por ficar sentada. E a vida que esta miúda tem??? Meu Deus, não pára. Chego ao final do dia de rastos, por andar atrás deste piolho eléctrico. E depois o mais tardar às 7 da matina lá está ela, cheia de fome e de energia, ao mesmo tempo. Mas tem dormido bem, o que é óptimo para repôr energias. E estamos quase, quase a chegar a essa marca histórica: 1 ano. E a festa vai ser de arromba!

publicado por pipocateresa às 21:41 | comentar | ver comentários (3) | favorito
30
Set 09

Uma paixão que começa por H.

E não, não estamos a falar do nosso querido papá. O amor aqui da pikena da casa é mesmo o Hopla. Ela pode estar na outra ponta da casa, pode estar no meio de um delicioso iogurte, ou a comer a sua fruta preferida, a brincar com os papás, sei lá qualquer coisa, que se ouve o Hopla no babytv, o mundo pára e ela lança-se numa emboscada em busca do seu boneco de eleição. É uma loucura mesmo. É de tal forma que até estou a pensar tentar que o bolo de aniversário tenha o hopla desenhado.

 

 

De resto, um tempo é pouco.... O que me chateia porque detesto a sensação de andar sempre a correr e de não ter tempo para respirar e para aproveitar os bons momentos da vida. E depois todos os dias há coisas tão giras para registar... Sim, porque ela está super engraçada: corre tudo a uma velocidade estonteante, adora brincar, come que é uma maravilha, faz imensas gracinhas, como "tá" com o comando/telefone/qualquer coisa que consiga colocar no ouvido, no banho esfrega-se como que a lavar-se. Vesti-la é uma odisseia: foge, gatinha, rebola, sempre na paródia. Adora atrapalhar as nossas rotinas com as suas reguilices. É mesmo uma fofa a minha filha. E é já de hoje a uma semana. E amanhã eu e o papá fazemos 4 anos de casados.

publicado por pipocateresa às 08:41 | comentar | ver comentários (5) | favorito
13
Set 09

Coisas giras...

Nos últimos tempos tem crescido tanto o nosso tesouro. A forma como se põe em pé, ágil, segura, as gracinhas que faz, sabendo que as está a fazer, o olhar de reprovação quando não gosta de alguma coisa, o esticar a corda... Cresce este nosso pirilampo, dia após dia.

 

... Sabe que não pode mexer nos albúns que estão no móvel da televisão. Rodeia o móvel a gatinhar, senta-se, olha para mim e mexe a mão, acenando um não claro. Volta a colocar-se de gatas e aproxima-se mais e agora sou eu que digo "não teresa, não mexe", e ela pára e sorri. Mas não mexe.

 

... Hoje estava a filmá-la a fazer algumas gracinhas. O pai pediu para ela fazer como o pato, ela olhou para ele e para mim, vi que não se lembrava e não resisti a sussurrar "qua qua", baixinho para que não se ouvisse no filme. Ela muito pronta responde "ca, ca, ca" e ri, dá gargalhadas maravilhosas, como que a perceber que estava a fazer batota. Ficou tão lindo o filme...

 

... E para finalizar o fim de semana em grande, adormeceu no meu colo. Já não me lembro da última vez em que isso aconteceu. Foi tão bom! Ela nos meus braços, tão grande, já com os seus sapatos com sola, as suas pernas gorduchas. Era tão pequenina que cabia inteirinha no meu antebraço. Agora, cabeça no antebraço, corpo no colo e as pernas caídas pelas minhas pernas abaixo.  

publicado por pipocateresa às 21:57 | comentar | ver comentários (4) | favorito
07
Set 09

11 meses

E o grande dia está mesmo aí à porta...

 

E este mês foi de mimo e de brincadeiras. Estiveste sempre connosco e ficaste ainda mais mimoca e dependente de nós.

 

Gatinhas, corres a casa toda pela nossa mão (e não queres outra coisa), guinchas quando não tens o que queres (...), já dizes várias palavras e imitas o som da vaca e do pato, sabes onde está a cabeça e o nariz, voltaste a comer muito bem, já aguentas melhor sapatos e ganchos. Não queres estar quieta e tens energia de sobra. Linda, doce, teimosa e nervosa (quando não consegues fazer algo...). É assim que tu és.

publicado por pipocateresa às 08:49 | comentar | ver comentários (4) | favorito