23
Set 13

1 ano de ti...

Faz hoje 1 ano meu amor que chegaste às nossas vidas e já nem me lembro de como era a nossa vida sem ti.

Eram 16.11 quando nasceste e eu chorei naquele momento em que berraste com toda a tua energia. Chorei de um forma arrebatora, porque foi assim também o amor que me atingiu nesse momento. Depois mamaste durante 1.30...

 

Foste crescendo ao longo deste ano, e de uma forma tranquila foste conquistando etapas no teu desenvolvimento: rebolar, sentar, gatinhar; comer papa, sopa, fruta; dormir na cama dos papás, dormir na alcofa, dormir no berço, dormir no berço no teu quarto. Os primeiros dentes. As primeiras palavras. És um bebé cheio de energia (não gatinhas, voas!), só queres gatinhar, gatinhar, gatinhar, brincas pouco com os brinquedos porque gostas mesmo é de andar atrás da mamã. Sabes reclamar e pedir o que queres muito bem (e de forma audível!!), começas a apontar e a gritar "a cá", "a cá". Quando não queres alguma coisa, empurras logo com as mãos! E apesar desta energia toda que tens, deste furacão que vive em ti, és o bebé mais doce do mundo: gostas de mimos, encostas a cara e deixas-te estar quando te estou a encher de beijos, adoras colo e abraços (e dás tantos abraços!).

Dizes "cã" para cão, "a cá", "papá", "mamã", "dá". Tens 6 dentes e devem andar outros para romper. Comes que é uma maravilha!! Adoras comer!

 

Adoras a mana!!! Mesmo! E a mana gosta tanto de ti! Ver-vos juntos a crescer é toda a minha felicidade!

 

Agora venham mais anos que nós cá estamos para os viver!!!

 

publicado por pipocateresa às 21:08 | comentar | ver comentários (3) | favorito
02
Nov 09

Novos passos...

E hoje já se larga e segue nos seus passos hesitantes e desengonçados. Estava no quarto a vestir o pijama, ela do outro lado da cama, em pé, de repente larga-se e começa a andar até mim. Já não quer mão, só quer andar sozinha. É giro!

publicado por pipocateresa às 21:35 | comentar | ver comentários (1) | favorito

A ausência e primeiros passos

Estivemos ausentes... é verdade. Entre consultas na médica, primeira ida ao pediátrico e coração apertado, sobrou pouco tempo e também pouca vontade de passar por aqui. Uma diarreira que não passava (e ainda não está totalmente regularizada) e sem causa conhecida, deu conta da barriga da minha princesa e da cabeça dos papás. Ela andou sempre bem disposta, nunca teve febre e foi comendo. Mas desde sexta que está a comer muito melhor, mesmo com apetite.

 

E a princesa? Está o máximo! Já acrescentou novas palavras ao seu vocabulário, entre todas as que não se compreendem, diz um "tá aqui" muito claro e aplicado ao contexto. Adora brincar e este fim de semana fez as delícias da avó e da tia paternas. Fomos até ao norte e passámos um bom fim de semana. Ela esteve sempre muito bem disposta, sempre com aquele ar vivaço que tem, mesmo de quem gosta de fazer travessuras. Enche toda a família de beijos ruidosos e molhados, adora mimos e colo. E lá por cima ficou decretado: ja anda!! Eu, que apesar de mãe galinha, sou mais céptica :), prefiro dizer que deu os primeiros passos sem apoio, visto que ela não anda assim do género "largo-a e ela anda". Mas já dá vários passos seguidos, indo de mim para o pai. E adora, delira, de tal forma, que não quer outra coisa se não andar e não quer mão. 

 

E já é segunda-feira...

publicado por pipocateresa às 08:29 | comentar | ver comentários (2) | favorito
20
Out 09

A festa

No sábado, finalmente, comemorámos o aniversário da pipoca. Foi uma festa para a família mas que acabou por ser grande porque só com a família directa enchemos a casa. Na sexta cheguei a casa às 8 da noite, pelo que tentámos fazer coisas que não ocupassem muito tempo. Encomendámos várias coisas, fizemos outras, e, no final, como quase sempre acontece nas festas organizadas por mim, parecia um novo baptizado tal era a quantidade de comida.

 

A princesa esteve sempre maravilhosa. Super bem disposta, parecia que sabia que estávamos todos reunidos por causa dela. Ela sorria, ela brincava, ela dava os seus passinhos, ela fazia gracinhas, um doce, doce. Na escola fizeram-lhe uma coroa cor-de-rosa e era vê-la sempre com a coroa na cabeça, ela que detesta coisas na cabeça, aquela não a largava, toda importante. Enfim, um mimo!

 

E agora já “faz de conta”. “Faz de conta” que dá papa aos bonecos, “faz de conta” que está a chorar. Tão engraçada! A prenda preferida foi um triciclo daqueles que também dá para empurrar. Ainda não é bem para a idade dela porque ainda não tem muito equilíbrio, mas adorou de tal maneira que o tivemos que o ir esconder. Continua a gostar de brincar com peças de encaixe e recebeu, também, mais um brinquedo desses. Depois recebeu dois casacos quentinhos para os dias frios de Outono e Inverno. Lindos!

 

 

publicado por pipocateresa às 08:37 | comentar | ver comentários (5) | favorito
11
Out 09

Festa adiada...

E o meu amor pequenino comemorou o seu primeiro aniversário com a sua primeira virose à séria! Na quarta estivemos na médica para a consulta do ano e já estava, nessa altura, com 38 graus. Quando chegámos a casa já estava em valores que antes nunca tinha visto: 39,5º. E de quarta até sábado, foi sempre assim: entre o benuron e o brufen, dados, de uma forma intercalada, de 4 em 4 horas, a febre subia sempre até aos 39 e nunca descia abaixo dos 37,8. Claro que na quinta já não fui trabalhar, o mesmo acontecendo na sexta. Ainda pensei ir de tarde, ficando o H. com ela de manhã. Mas a febre estava tão terrível, que me obrigava a despi-la, dar-lhe banho, recorrer a panos húmidos, etc., e a fazer isto tudo com calma e serenidade, algo que, de uma forma geral, falta ao sexo oposto. O H. que é um paizão maravilhoso, ficou tão aflito que já queria ir a correr com ela para as urgências. Homens! lol. E a miúda só tinha mesmo febre!

 

Agora já está bem, parece que não nada com ela. Comeu sempre bem durante estes dias, nem parecia que estava tão doentinha. Andou relativamente bem disposta e agora está do mais "MAMÃ" que se possa imaginar. Eu não posso ir sequer à casa de banho, que a minha pipoca lança-se na sua saga pela casa, de gatas, a uma velocidade incrível, e em menos de 1 minuto já me descobriu. Quando não tem pachorra para a corrida, ele é ouvi-la "Ma mã, Ma mã, Ma mã" naquele tom de suplica que derrete este meu coração que já de si é derretido de todo.

 

E a festa? Pois a festa fica para o próximo sábado! Daqui a pouco apaga a vela do 1 ano, já com 2!!!

 

publicado por pipocateresa às 12:30 | comentar | ver comentários (2) | favorito