25
Mai 13

[O melhor dos nossos dias] #2

"Foi o concerto da B. (prima)." Teresa

 

"Dar pela primeira vez iogurte natural+bolacha maria+puré de maça ao mini mini e apreciar a forma como reage tão bem a tudo o que sejam novos sabores. Ouvir Luísa Sobral com o J. ao colo, a relaxar no sofá, enquanto a T. foi ao tal concerto." Isabel

publicado por pipocateresa às 21:02 | comentar | favorito
24
Mai 13

8 meses

Esta foto tem 8 meses.

Amo-a de paixão.

A foto não tem nada de especial, tinhas acabado de nascer, estavas vermelhusco e inchado. Mas eu amo-a de paixão.

Toda ela és tu. Tu no teu adormecer doce. Tu na tua entrega. Tu nas tuas mãos grandes. Tu a dormir de lado como gostas de dormir. Tu na tua tranquilidade.

Olhar para esta foto faz-me lembrar momentos bons, momentos maravilhosos.

 

 

 

Tens agora 8 meses e estás lindo. Grande, comprido. Mãos e pés enormes. Vais ser alto. Já te sentas durante muito tempo e é assim que gostas de estar. Já tivemos que guardar a espreguiçadeira porque já não te querias sentar nela. Já comes sopa de peixe mas não gostas demasiado. Comes maravilhosamente bem tudo o resto. E muito. Bem mais do que a mana comia, apesar de também ela ter comido sempre bem. És um bem disposto. Sorridente. Tranquilo. Só tens um defeito... dormes pouco... acordas sempre com as galinhas (6....), bebes o leite e raramente voltas a adormecer... Adoras a mana e é maravilhoso ver o modo como olhas para ela, como te ris das brincadeiras que te faz. 

És doce, és perfeito, és meu, és mesmo meu! :) Às vezes ainda não me pareces real! 

 

 

publicado por pipocateresa às 21:36 | comentar | ver comentários (4) | favorito
24
Fev 13

5 meses

Passaram 5 meses desde que chegaste às nossas vidas meu amor mais pequenino. Têm sido 5 meses de doçura e tranquilidade. 

- És um bebé doce e muito meiguinho. Adoras beijinhos nas tuas bochechas e colinho. Gostas muito de passear, olhas para todo o lado e vais encantado da vida. Choras pouco e quando o fazes é porque tens fome ou sono. Adoras o banho, embora não gostes muito quando te estou a vestir porque nessa altura já querias era estar a mamar!! :)

- Adoras a mana e o papá. Quando eles chegam a casa fazes um sorriso enorme e dobras o riso com as macacadas que eles te fazem. Tens muitas cócegas!!

- Já brincas com vários brinquedos, já vais dando alguma atenção às pequenas histórias que a mamã te vai contando e já queres voltar as folhas (sobretudo quando são grossas e por isso mais fáceis de virar). Quando exploras um novo brinquedo, ou o levas logo à boca, ou começas a bater-lhe com a mão para ver se faz barulho (como estás habituado ao ginásio da Chicco pensas que todos os bonecos fazem barulho quando lhes bates).  

- Já comes duas refeições de sólidos: sopa e papa. Começámos a sopa cerca de 10 dias antes de fazeres 5 meses, tal como disse a médica e para ver se quando a mamã começasse a trabalhar já estavam bem introduzidas estas duas referições. Assim começámos por fazer uma sopa simples: batata, cenoura, abóbora e um bocadinho de cebola. Nesse primeiro dia ofereci-te também maçã. Resultado: 0 colheres. A primeira reação foi negativa. Assim, comecei a usar algumas estratégias que usei com a mana e coloquei batata doce em vez de batata. Resultou e começaste a comer. Não tudo no início, mas progressivemente foste comendo melhor e agora já comes bem a sopa (na base já coloco uma batata doce e uma batata normal) e a pêra (a maçã ainda não voltámos a tentar). Em termos de legumes já provaste courgette, feijão verde, abóbora, alface e couve coração.

- De manhã acordas por volta das 8 e mamas. às 11.30 comes a sopa (no infantário vai ser mais cedo), às 15.00 a papa, às 18.00 mamas, às 20.30/21.00 mamas e deitas-te, depois acordas entre as 4 e as 5, embora hoje tenha sido às 6, mamas e voltas a dormir.

- Andámos 1 semana sem sucesso a tentar introduzir o biberão. Precisas de um por dia, porque nem sempre a mamã está em casa às 18.00. Finalmente, conseguimos no final desta semana e a estratégia que resultou foi ser a mamã a dar e colocar uma gota de AEROM na tetina... O AEROM serve para tudo menos para aquilo que foi desenvolvido... Quando estou em casa continuo a dar-te de mamar nas restantes refeições.

- Esta semana vais começar o infantário (.................) e na sexta já irás todo o dia. Vamos aumentando o tempo de permanência progressivamente durante a semana.

- Estás grande e forte. Lindo e fofo. Lindo e fofo. Já disse lindo e fofo?

publicado por pipocateresa às 17:32 | comentar | ver comentários (3) | favorito
02
Fev 13

Sobre a amamentação

Quando estava grávida na Teresa, a minha médica de família, que seguiu a minha gravidez, perguntou-me se estava a pensar amamentar. Na altura fiquei surpreendida. Oi? Mas posso pensar não amamentar? Tinha ideia de que todas as pessoas amamentavam, ponto. Se não conseguiam por algum motivo (haveria sempre um motivo) então aí recorreriam a outras alternativas. Depois fui-me apercebendo que não é bem assim, que amamentar, embora seja o mais natural, não é tão fácil e simples, e que existem vários motivos que podem levar as pessoas a não querer amamentar (sobre os quais não me irei debruçar).

 

Foi cheia de motivação e determinação que iniciei a amamentação da Teresa. No início houve algumas dificuldades, como uma alergia terrível que fiz não sei ao quê e que me encheu o peito de um borbulhas vermelhas (milhares!), como o hábito dela de mamar deitada e que me obrigava a dar de mamar sempre em casa, como as cólicas que a faziam desistir de mamar várias vezes. A verdade é que as dificuldades foram sendo ultrapassadas e a amamentação da Teresa foi uma boa experiência. Comecei a trabalhar e estava decidida a complementar a papa e, mais tarde, a sopa apenas com LM. Contudo, fiquei bastante doente, foi necessário tomar medicação e o leite não resistiu a duas semanas a usar apenas a bomba. Para além disso, a verdade é que amamentar em exclusivo uma criança que não aceitava biberon (com leite materno) e trabalhar a 1 hora de distância de casa (num sítio sem condições para tirar leite) tornou aquelas semanas em que já estava a trabalhar um stress. Assim, aos 6 meses a Teresa começou a beber LA.

 

Já com a experiência da amamentação da Teresa, comecei a dar de mamar ao João com a ideia de "uma mamada depois da outra". Ou seja, quero amamentar sim, mas tranquilamente, sem ansiedades. Comecei logo por tirar 5 meses de licença em vez dos 4 que tirei na Teresa, para que, se tudo corresse bem, ele pudesse mamar até aos 5 meses sem necessidade de introduzir o biberon. As primeiras semanas foram... agitadas. Fiz novamente uma alergia mas desta vez por todo o corpo (mau!), ele estava sempre a largar a mama (também com as cólicas) e foi necessário usar bicos de silicone, depois durante uma semana inteira não aumentou de peso... Mas com o lema "vamos andando de mamada em mamada", as pequenas dificuldades foram sendo ultrapassadas e o tempo foi passando. Quando a amamentação está estabelecida, geralmente após o primeiro mês, amamentar é como navegar em águas calmas. E é o que tem sido. Uma experiência doce e tranquila. Mesmo doce e tranquila. Natural, fácil e simples. Afinal como é esperado que seja.

Nos dois primeiros meses, mamava de hora a hora, de hora e meia em hora e meia, de duas em duas horas, ou seja, basicamente quando queria. A partir daí começou a fazer intervalos maiores, mas acontece várias vezes querer mamar uma hora antes da hora "esperada" e eu dou-lhe claro. Sem stress.

 

Tínhamos decidido que quando começasse a trabalhar ele passaria apenas a tomar LA. Mas tem corrido tudo tão bem que vamos tentar manter a amamentação e esperar que o desmame se faça naturalmente. Na semana anterior a começar a trabalhar (na semana do Carnaval...) vamos introduzir um biberon diário de LA. A ideia depois é manter os dois e vamos vendo.

 

Da minha experiência, para que a amamentação resulte é ter paciência e calma, muita calma, no primeiro mês. A partir daí é, como disse, navegar em águas calmas.

publicado por pipocateresa às 22:54 | comentar | ver comentários (2) | favorito
24
Jan 13

Come a papa João come a papa...

Decidi dar-lhe a papa às 11. A hora de mamar seria por volta das 11.30, mas como não o queria demasiado cheio de fome, decidi dar antes da hora.

Comecei por ferver a colher, lavar o prato, ferver a água. Fui buscar o babete de plástico comprado para a ocasião.

o prato já preparado...

 

Depois dei-lhe a primeira colher. Saboreou, mamou na colher como é normal, e a seguir foi uma e outra e outra...

 

E no fim ficou apenas isto...

 

Se podia correr melhor??

 

hmm não me parece... :) 

 

 

publicado por pipocateresa às 14:41 | comentar | ver comentários (3) | favorito
11
Jan 10

No início do ano

Andamos felizes neste início de novo ano. Sempre agitados nesta vida que é a nossa e que é boa, apesar de os dias passarem demasiado depressa.

 

A Pipoca está linda! Nas férias atormentou-nos as noites, sempre a acordar e a choramingar, mas desde que chegou a casa tem dormido muito bem. E anda bem-disposta e feliz! Até dorme nas viagens, coisa muito rara por aqui. Ontem chegámos ao Porto para a festa de anos da avó paterna, com uma neve linda a cair. Flocos e mais flocos. A Teresa dormia e não viu, mas a mamã, que nunca tinha visto nevar (shame on me)adorou e delirou!!
Diz mesmo muitas palavras já. Todos os dias ouço novos sons que me surpreendem imenso porque esperava mais para a frente estas conquistas. Mas ela é tão tagarela que provavelmente vai começar a falar cedo. Ontem, por exemplo, saiu-se com “dá a mão”. Também lhe acho imensa graça quando faz “cocó” e começa a anunciar aos quatro ventos “cocó, cocó, cocó” e corre casa fora até a quarto onde habitualmente lhe mudo a fralda. Abre e fecha portas e armários constantemente, põe no lixo o que deve e o que não deve… Quatro olhos às vezes não são suficientes para tanta agitação. Por vezes, já se entretém sozinha a brincar, como no sábado de manhã em que esteve cerca de uma hora no meio dos seus bonecos, enquanto a mamã passava a ferro.
Tem comido muito bem e também aqui me surpreendeu: já come primeiro e segundo prato, e gosta! Sem stress nenhum da nossa parte porque, de facto, não custou mesmo nada. A sopa passou a ter massinha e bocadinhos de legumes e desde esparguete à bolonhesa, a massinha de bacalhau, passando por empadão, ou mesmo arroz e bife de peru, já de tudo se provou e aprovou.
A batalha agora é a hora da mudança da fralda ou do veste/despe. A cama é uma batalha campal, porque não quer colocar a fralda e corre em cima de cama, colocando-se em pé quando devia estar sentada, ou sentada quando precisava que estivesse em pé. É ela a testar os nossos limites, mais meus porque sou eu que a visto cá por casa. E um “não” bem firme já não vai pegando, e até a palmadinha cirúrgica me está a falhar… Só mesmo a paciência me tem ajudado.
E assim andamos no reino da Pipoca!
publicado por pipocateresa às 11:32 | comentar | ver comentários (2) | favorito
29
Mai 09

Sopa de peixe

Foi esta semana! Aprovadíssima! Mas que boa boca é esta minha filha! Reage sempre bem aos primeiros sabores, o que não é assim tão normal.

 

Não tenho tempo, por agora, para escrever mais, mas não podia deixar de registar o momento.

 

E este fim de semana cá em casa vai-se falar Inglês. Temos visitas vindas da América. Amigos do papá. Ao menos desenferrujamos a língua, sem sair de casa...

publicado por pipocateresa às 13:22 | comentar | ver comentários (1) | favorito
14
Abr 09

6 meses de ti

Conforme o prometido, aqui estou de regresso para contar como tem sido este último mês com o meu borracho. Quanto à doença, cá vamos um pouco melhor (obrigada pelas mensagens).

 

É difícil descrever tudo o que és em palavras. Cresces e aprendes todos os dias, todos os minutos. Vou, por isso, dar destaque ao que de mais significativo tens feito meu pequeno tesouro:

- Palras muito e já vais dizendo algumas sílabas:

  • oiá (que deve significar olá, é normal que digas já esta palavra porque são muitas as vezes que a mamã diz "olá teresa");
  • bababababa
  • papapapapa
  • ié (deve resultar da frase que cá em casa dizemos muitos "o que é teresa")

- És um doce: simpática, muito sorridente, muito alegre e bem disposta.

 

- A tua brincadeira do momento: dar pontapés. Adoras!! A mamã coloca-te uma bola nos pés e tu atira-la para mim, eu atiro para ti... E é ver-te rir que nem uma perdida! Depois todos os bonecos que apanhas queres pontapear: temos jogadora de futebol!

 

- Não podes ver ninguém comer!! Ficas vidrada a olhar, com um ar super atento e com um olhar a pedir que te dêm um bocadinho.

 

- Gostas de estar sentada no sofá a brincar e a espreitar a televisão. Também gostas de te sentar na cadeira de refeições enquanto a mamã trata das coisas na cozinha e enquanto os papás comem.

 

- Sentas-te sozinha por alguns segundos. Quando estás encostada, ficas sentada durante muito tempo.

 

- Fazes 5/6 refeições por dia: 5/6.00 - leite; 9.00 - leite (apenas para aguentares até ao almoço); 11.00 - sopa; 15.00 - papa; 18.00 - leite; 21.00 - leite. O leite tem sido da mamã, embora esta semana porque a mamã esteve doente andaste a tomar leite adaptado. A ideia a partir de agora é continuarmos com o leite da mamã e darmos o outro como sumplemento. Vamos ver como corre! Entretanto, vamos iniciar uma sopa e fruta também ao jantar. Aos 7,5 meses é para introduzir o peixe, aos 8,5 meses o ovo e o iogurte.

 

- E de medidas estamos assim:

Peso: 7090 kg - P50

Comprimento: 66 cm - P50/75

P. Cef.: 43,5 - P75

 

- A médica considerou que estás muito desenvolvida, que és uma criança muito atenta e reactiva a estímulos. Para além de bem disposta, claro! Durante todo o tempo da consulta de enfermagem e depois da m+edica de família, estiveste sempre sorridente e alegre. Todos te elogiam a simpatia (e a beleza também, hihi). E é ver a mamã babar com tanta elogio.

 

E agora fica aqui uma foto do nosso amor...

 

publicado por pipocateresa às 18:57 | comentar | ver comentários (3) | favorito
26
Mar 09

E com o fim de semana a chegar...

Vamos tirar um tempinho para contar as novidades do nosso mundo rosa. A nossa pipoca está uma princesa linda, linda. Muito bem disposta, muito sorridente e brincalhona. Ri às gargalhadas quando nos metemos com ela e fazemos palhaçadas.

 

A adaptação ao infantário está a correr muito bem. Os receios já estão dissipados e, quando surgem, tento fechá-los numa caixinha para não andar com um nó na garganta durante o dia. O trabalho corre bem, sobretudo porque vivo as coisas de uma forma diferente. Continuo a entregar-me muito ao que faço, mas a minha prioridade agora é outra e tem o sorriso mais reguila do mundo!

 

Na semana passada fomos às vacinas (correu muito bem!) e ao peso. A Teresa não está a aumentar de peso devidamente, está a descer de percentil, pelo que decidimos que iria ser introduzido o suplemento. No entanto não estamos a ter êxito. A reguila sabe bem o que quer e do que gosta, e o leitinho da mamã é que é bom. Eu sei que sim filhota, mas a mamã já tem pouco leite armazenado e quando não estou tens mesmo que fazer uma refeição de leite. Neste momento está com o Nan 1, aconselham outro?

 

A Teresa tem uma particularidade muito engraçado: prova sempre a comida antes de comer. Abre um bocadinho a boca, saboreia e, caso goste, abre a boca toda contente, caso não goste, é impossível enfiar-lhe o que quer que seja. O que vale é que, geralmente, gosta...

 

O melhor do mundo agora é chegar a casa, quando ela já cá está, ou então ir buscá-la ao infantário. O meu coração vai a saltitar... Encho-a de beijos e, quando tenho tempo, aproveito para dar um passeio. Adora passear a princesa e por vezes faz mesmo uma sestinha.

 

A brincadeira de que mais gosta agora é "tocar tambor". É o delírio. Passa que tempos a bater com uma roca num sapo que tem umas bola pequenas dentro e que, por isso, quando se mexe faz imenso barulho. Outra coisa que faz muito é bater com os pés. Aqueles pés são elétricos... não param.

 

O sono... pois essa é a parte pior. Nos últimos dias tem melhorado e vamos ver se mantém... Andava a acordar várias vezes e esta semana aconteceu ficar 3 horas acordada... Andei até Quarta de rastos. Na Quarta graças a Deus dormiu melhor.

 

Em suma: está linda, é linda, é nossa!

 

publicado por pipocateresa às 19:18 | comentar | ver comentários (4) | favorito
07
Mar 09

5 meses...

E rápido, rapidinho, chegamos aos 5 meses. Parabéns, meu amor! Faz hoje 5 meses que encheste a nossa vida com a tua alegria!

 

E aos 5 meses...

- Gostas muito de sopa, de fruta e de papa. Já comes duas refeições de sólidos por dia e as restantes são de leitinho da mamã. O LM continua, mas não sei se por mais um mês... Com o regresso ao trabalho e a tua ida para o infanário, notei uma baixa de produção... Veremos. O problema é que tu e o biberão continuam a ter uma relação muito conturbada.

- Até ao momento, introduziste na sopa a courgette, o feijão verde, para além da abóbora, da batata (doce e normal), da cebola e da cenoura. Amanhã vamos provar o alho francês.

- Dormir durante o dia é agora muito difícil. O mundo é grande e interessante e a dormir não se aprende nada, pensas... Mas aprende-se amor e muito! Quando dormes estás a acomodar tudo o que assimilaste durante o dia. Por isso, vamos dormir durante o dia se faz favor, pelo menos duas/três horas.

- De noite adormeces no berço sozinha. Continuas a acordar uma vez para mamar durante a noite, mas assim que papas toca logo a dormir (tirando uma ou outra excepção).

- A adaptação ao infantário foi muito melhor do que a mamã julgava. Gostaste das tuas amas, elas gostaram de ti e agora é ver-te rir quando chegas que nem uma desavergonhada.

- Ris às gargalhadas, adoras brincar com os ginásios, deliras com música e queres muita atenção. Já conversas bastante.

- A chupeta serve para te ajudar a adormecer e também para brincares com ela. É ver-te a pô-la e a tirá-la alegremente.

- Gostas muito de te sentar na cadeira de refeições, mas ainda não te colocamos na posição sentada porque ainda tens que fazer muito esforço. Colocamos-te, sempre, na posição recostada (2ª posição da cadeira polly da chicco).

- És muito simpática e fazer-te rir é muito fácil.

- Quando te chamamos pelo nome já respondes. Olhas com um ar maroto. Ás vezes, como és uma reguila, ficas a rir-te e a olhar pelo canto do olho. Na escolinha já dizem que vais ser uma traquina.

- Tem dois dentes que não deram muito trabalho a nascer.

- Ainda não te viras nem achas muita piada quando a mamã tenta ajudar-te a mudar de posição.

- Gostas muito, muito, de estar sentada no sofá. Sozinha ainda não te aguentas sozinha.

- Cada vez estás mais linda, mais doce, mais ternurenta. Adoras encostar a cabeça ao nosso pescoço, qual verdadeira mimoca. Colinho também adoras!

 

Adoro-te, simplesmente!

 

publicado por pipocateresa às 21:29 | comentar | ver comentários (5) | favorito