05
Dez 14

Coisas sobre a escola #1

Estamos no final do 1.º período. Como é possível? Os receios iniciais foram-se desvanecendo como o nevoeiro matinal nas praias do norte.

 

A adaptação correu muito bem. A Teresa é uma criança muito sociável, muito faladora e alegre, pelo que facilmente começou a fazer novos amigos. Rapidamente comecei a ouvir chamar Teresa dos quatro cantos da escola, e de várias bocas, dos mais novos, aos mais velhos. Essa parte, sem dúvida, foi superada com total distinção. 

 

As novas regras, os novos horários, as novas atividades, tudo vem, também, entrando na rotina. No início fazia-me confusão a "ligação" entre as atividades. "O que fará entre a aula e o almoço?", "Quem os acompanha?", "Quem os orienta?", "E entre o final das aulas e as AEC?", "E na piscina? Quem veste e despe?"... Enfim, eram mil as dúvidas e os receios e, confesso, nas primeiras semanas, sobretudo na primeira, o coração de mãe andou bem apertadinho.

 

A aprendizagem também está a correr bem. A Teresa gosta de aprender, faz os trabalhos de casa com desenvoltura, apesar de não o fazer com a perfeição e o cuidado que eu gostaria. O lema é sempre fazer depressa, utilizando para tal as velhas estratégias que todos conhecemos: como escrever 3 ou 4 letras por linha, onde caberiam 7 ou 8 letras, para fazer menos... É uma espertahona!!

 

O comportamento anda diferente e, infelizmente, não é para melhor. Anda refilona e respondona, o que associamos à escola, visto que antes não o fazia. Ficamos tristes, por vezes, com certas respostas que dá, porque nem parece a nossa princesa sempre doce e meiga e sempre com receio de nos magoar. A turma é muito agitada e esse é um dos aspectos que não estou a gostar. São muito agitados e há 3 elementos que são mesmo muito complicados... Enfim, temos que andar atentos e ir corrigindo estes comportamentos, na esperança de que vão melhorando.

 

publicado por pipocateresa às 21:36 | comentar | ver comentários (3) | favorito
19
Nov 12

Ler...

No domingo enquanto via o Disney Kids...

- Mamã porque é que está escrito ali em cima "Parabéns"?

publicado por pipocateresa às 10:28 | comentar | ver comentários (1) | favorito
11
Fev 12

Coisas que ela gosta...

De exercícios. Adora fazer exercícios. A minha mãe é Professora do primeiro ciclo e tem imensas fichas, daquelas simples, com o grande e o pequeno, o atrás e o à frente, os números, os conjuntos, as forma geométricas, etc. Desde o Verão que essa é a paixão da princesa. Adora! Não há dia em que não chegue a casa e não fale no assunto. "Mamã vamos fazer exercícios??". Às vezes não me dá jeito nenhum, porque tenho imensas coisas para fazer, é tarde, estou cansada, e esse tipo de actividade exige a minha presença. Mas ela fica tão contente que é irresistível!!

 

Entretanto, as fichas da avó acabaram e tive que andar à procura de exercícios no google. Descobri este site http://fichasprimeirociclo.no.sapo.pt/ tem imensas fichas, muitas não são adequadas à idade, mas conseguem-se aranjar algumas mais fáceis.

 

(e agora desculpem-me a mãezite) Noto mesmo que ela aprende rápido. Absorve tudo como uma esponja. E adora aprender! Quer saber tudo, por isso também pergunta tudo. Não se satisfaz com respostas vagas (às vezes nem sei o que lhe responda), quer saber tudo ao pormenor. Ainda hoje estávamos a almoçar, eu a falar com o pai, "ah sabes a claúdia e tal...", "Mamã qual Claúdia??", "oh teresa não conheces", "então diz-me quem é mamã", "oh teresa é amiga da tia Clara, não conheces", "ai conheço, sim, mamã, já fui à casa dela, ela é muito simpática...", "mas não é essa claúdia", "hmmm" responde com ar pouco convencida...

publicado por pipocateresa às 14:46 | comentar | ver comentários (3) | favorito
05
Set 11

The end...

Tudo começou na maternidade, quando D. Teresa conseguiu ser a única a chorar uma noite inteira em todo um corredor.

Só a minha filha chorava. Queria mamar, não queria mamar, chorava, mamava, não queria mamar. Aquela saga...

Claro que em uníssono todos disseram "tens que lhe arranjar uma chupeta". E eu que não queria lá me deixei levar...

 

Depois da chupeta, veio a fralda de pano. A fralda de pano chegou no primeiro Natal da minha filha, quando estávamos a passar as festas no Norte. 

Ninguém conseguia adormecer Dona teresa, até que a minha sogra em 3 minutos tratou do assunto. Como? Colocando-lhe uma fralda na cabeça.

Desde aí a fralda e a chupeta acompanharam a minha pipoca para todo o lado. Quanto mais tempo passava mais amor lhes tinha. Embora só as usasse para dormir, no início, depois começou a querer também para as horas do "miminho", quando se enroscava a ver tv, ou quando estava zangada e precisava de se acalmar.

 

"A chupeta e a Fralda mamã!". Antes era a "pêpê e a fada".

 

Nos últimos tempos, acordava com uma rodela na boca porque passava a noite a chupar na chupeta. Com o passar do tempo cada vez parecia estar mais dependente... Nós pais se no início forçámos a chupeta, ainda queríamos acabar com ela... É sempre assim!

 

Nunca forcei porque sempre achei que seria de um dia para o outro, quando ela sentisse que estava preparada. Nunca mais achegava "o dia", e eu também não estava com vontade de "o provocar".

 

O fim da história é breve: esqueceu-se da fralda na casa da prima B. na Segunda-feira passada. Perguntámos se queria que a fôssemos buscar ou, se pelo contrário, já era grande... e bla bla bla. Disse que não era necessário ir buscar. Dormiu bem. Pediu mais duas ou três vezes nos dias seguintes e a resposta foi sempre "tens que pedir à B.". A verdade é que não as pediu. E assim parece ser um "the end" de mais um ciclo.

publicado por pipocateresa às 17:26 | comentar | ver comentários (4) | favorito
28
Ago 11

E Agosto tem sido assim...

As férias chegaram ao fim...

E foram tão boas!!!!!

 

Este foi a gargalhada que nos encheu a alma todos os dias deste mês. Esteve sempre bem disposta a minha princesa. Andámos todo o mês de mala às costas e ela adorou! Trata a água e a areia por tu e cá me parece que poderia viver assim o resto do ano... lol

 

A comprovar o amor pela água...

 

 

E durante 10 dias este foi o nosso amanhacer...

 

 

 

E este mês cresceu como não me lembro de crescer. Sandálias que deixaram de servir, calças que são agora calções, saias que passaram a mini-saias... E as conversas que faz... e o perigo que é conversar ao pé dela porque está sempre a captar e depois, claro, reproduz.... Meu Deus e o quanto fala.... Uma coisa impressionante, não se cala um segundo... E isto e aquilo e o outro!!!!

 

E este mês apaixonou-se por puzzles. Já tinha alguns, mas de poucas peças. Agora passou para os puzzles de 12 e de 16 peças. Com mais de 24 peças também faz mas com ajuda. É das actividades que a prende durante mais tempo. Ontem começou também a andar de bicicelta com rodinhas. Ainda só pedala com o pé direito mas já faz mais do que fazia com o triciclo que nunca chegou a conseguir mover sozinha do chão...

 

E assim cresce a nossa princesa........

 

 

 

 

publicado por pipocateresa às 15:09 | comentar | ver comentários (4) | favorito
22
Jan 11

Nós e as histórias

A Teresa adora histórias. Já o disse aqui. Desde a história mais simples, inventada por nós quando queremos despachar a hora de deitar e então "arrumamos a coisa" com uma história de 3 linhas (hihihi), às mais elaboradas. Mas as da Anita são, neste momento, o "ai Jesus" da minha filha. Adora! E o que mais me surpreende é o facto de ouvir atentamente uma história completa.

 

A hora da história é um dos momentos sensação da casa. Sentadas no chão, cada uma na sua almofada, lá vamos desfolhando as aventuras da Anita na escola, ou da Anita na praia. Para mim é um voltar atrás uns anos (tantos) e saborear novamente cada uma das recordações que estas histórias me trazem.

 

publicado por pipocateresa às 14:06 | comentar | ver comentários (2) | favorito
16
Dez 10

Era uma vez...

Adora histórias. De preferência as 2/3 do costume. Se contar uma diferente tenho que acabar por contar também uma dessas, caso contrário não fica satisfeita. As preferidas são histórias inventadas, pequenas e simples. A história do coelho que gostava de cenouras grandes mas que tinha que comer primeiro a sopa. Ou a história da Joana que teve um mano chamado André e que ajudava a mamã a dar-lhe a papa. "Do que gostava o Coelho Teresa?", "De cenoura". :) Adora adivinhar o que vem a seguir.

 

Tem o hábito de se sentar no chão, com os livros nas pernas, a inventar ela as suas histórias. "Era uma vez" começa sempre assim, e depois termina "e ficaram contentes". lol. As minhas, geralmente, terminam com um "e ficaram todos muito felizes".

 

A história do pai geralmente mete princesa, princípe e cavalo. lol. Romântico o maridão!

:)

publicado por pipocateresa às 08:47 | comentar | ver comentários (3) | favorito
10
Jun 10

20 meses

O post chega com atraso, mas não queria deixar de registar os 20 meses da pipoquinha. Está tão linda!! Todos os dias surge com alguma novidade. Este foi um mês de grande desenvolvimento, muitas palavras, início do bacio, alguma independência nas brincadeiras. Mas sobretudo foi o mês de começar a cantar sozinha as músicas de que ela tanto gosta: agora é ela que começa as músicas e praticamente canta até ao fim, aldrabando algumas palavras é certo, mas sempre sem sair do tom. As preferidas são o autocarro, o balão do joão, o atirei o pau ao gato, o sapo. Por exemplo, o sapo canta-o assim "Xapo, xapo, xapo, .... beia ..io, ... xapo canta, poque fio, a ona xapinha ... dento, a ... endinhas ... pa o caxamento". Tenho que gravar e colocar uma aqui porque é hilariante!!!!

 

Adora chegar ao final do dia e ir para o terraço. Vai buscar o chapéu e diz "xima", "xima", porque nós temos a ligação ao terraço dentro de casa, mais precisamente na cozinha. Brinca imenso na rua e com coisas simples, como molas e vassouras. Gosta muito de andar na rua e de passear. 

 

Este fim de semana foi a benção das pastas da tia e fomos almoçar ao restaurante. Comeu em casa, dormiu e depois de acordar é que fomos (ela come cedo e a benção termina tarde). Levei brinquedos, livros e folhas para pintar, mas como calculava não ficou sentada 15 minutos. Andou sempre em pé, deitou-se inclusivamente no chão do restaurante, não porque tivesse sono, mas porque é o que gosta de fazer em casa, e a minha filha parece aqueles meninos selvagens que não se sabem comportar fora de casa. lol. Porta-se bem, isto é, não chora nem berra, mas andamos sempre atrás dela...   

 

É muito mimoca, adora "coio", e sempre que eu ou o pai ralhamos com ela, é vê-la de mãos levantadas a pedir "coio" e só acalma com a chupeta na boca. Já diz "escupa" quando peço para pedir desculpa.

 

É um doce e tem um sorriso brilhante que enche a alma!

publicado por pipocateresa às 14:01 | comentar | ver comentários (5) | favorito
06
Mai 10

19 meses

Chegámos aos 19 meses.

 

Este foi um mês...

 

De sol, de passeios, de "baloichos" ao final do dia, todos os dias. E de descer sozinha no escorrega (MEDO!) e de já não querer dar a mão ao papá para a ajudar a escorregar. De querer andar sozinha no balouço e de se zangar quando a tentamos ajudar.

 

De brincar com os bebés, de ver o Noddy e delirar, de andar nos popós e finalmente gostar, de dar mimos à mamã, de roupa fresca...

 

De contar até 10 quando subimos as escadas, uma a uma "um, dos, tes, cato, tinco, teis, tete, oto, novi, dez".

 

De todos os dias dizer palavras novas e já algumas pequenas frases. "Tesa gota", "Dexa mamã", "Ai, ai, ai, ai", "Puxa mamã, puxa", "mamã pá xala".

 

De fazer xixi no" baxio", às vezes, e de bater palmas no fim mesmo quando não faz.

 

De "dá a mão mamã" e de nos levar para onde ela quer, fazer o que ela quer.

 

De andar de "cadeia" atrás e de "xenta", levanta, centenas de vezes.

 

De "ajudar" a mamã e delirar: pôr a roupa na máquina, deitar as fraldas no lixo, colocar as almofadas em cima da cama.

 

De se deitar em cima da nossa cama e fazer de conta que está a "facher oó" e de dizer "já tá" e ficar aflita quando eu não abro os olhos logo.

 

De ter consulta dos 18 meses, de chorar desde que entrou até que saiu, e de aumentar de percentil.

 

De querer "achan" (maçã) a toda a hora e de chamar "achan" a todas as frutas.

 

De falar, e falar, e falar, e rir, e rir, e correr, e correr, e correr, e choramingar, também, às vezes, que isto de se ser pequeno tem desses momentos. De não parar, de ter uma energia inesgotável.

 

De ser assim, alegre e feliz, e de me fazer tão feliz!

publicado por pipocateresa às 21:57 | comentar | ver comentários (7) | favorito
20
Abr 10

No penico...

Desde há algum tempo que a pipoca faz xixi no penico na escola. Nós em casa já tínhamos tentado, mas ela adora o objecto de tal maneira que só queria brincar com ele e nada de fazer xixi. Mas hoje de manhã pediu para fazer xixi, eu fui buscar o penico, e vai daí faz uma bela de uma xixiroca! Quando chegou, ao final da tarde,  pediu o penico novamente, mas desta vez foi mesmo para arrastá-lo pela casa... Mas já deu início às idas produtivas ao penico e isso é o mais importante! :)

publicado por pipocateresa às 22:47 | comentar | ver comentários (5) | favorito