01
Jan 14

Sobre o nosso Natal

A 24 rumámos a norte. Este ano o natal passou-se entre formigos, sopa seca, aletria, rabanadas, entre muitas outras iguarias. Passou-se no frio da fronteira entre o Douro e o Minho, mas numa casa quentinha de afectos ( o aquecimento central tabém ajuda vá! :)). Muitos mimos, atenções redobradas e tempo para não olhar para a passagem do tempo. Adoro ter dias em que o marca o tempo são as refeições: "já está na hora do lanche", "bem, tenho que começar a preparar o jantar", "já comia mais qualquer coisa", hehe. Com a chuva e o frio que se fazia sentir lá fora, foram 3 dias passados dentro de portas, mas sem que nos apercebessemos. Entre jogos, sestas do joão, brincadeiras, novos brinquedos (que cá por casa só atraem mesmo nos nos primeiros dias... dêm uma folha branca e lápis à minha filha e verão uma criança feliz!!), o tempo foi passando vagaroso. A melhor iguaria gastronómica foi, sem dúvida, o bacalhau. Um palmo de altura, aquela goma deliciosa, demoradamente assado na brasa... nhami nhami...

 

O João começou verdadeiramente a andar estas férias. Os primeiros passos foram aos 14 meses, como contei em post anterior, mas foi com a chegada dos 15 que começou mesmo a caminhar. Passa o dia a andar para trás e para frente, quarto, sala, cozinha, casa de banho... a maior parte do tempo atrás das minhas saias, porque o joão é tal e qual o que me diziam: colado à mãe.

 

A Teresa notei pela primeira vez estas férias uns pózinhos de ciúme. Eu sempre disse que seria quando ele começasse a querer ocupar o espaço dele com as gracinhas, quando todos os olhos se voltassem para ele à mesa, ao serão, etc. que ela se iria ressentir. E, de facto, assm está  a ser. Não é nada de muito notório, mas são as palavras que ela me diz no silêncio de um ou outro olhar. Trato-os muitas vezes por "amor". E se chamo a o João e não o faço, logo a seguir, à Teresa, vejo logo uma sombra no olhar dela... Por isso, tento evitar chamar a um e não ao outro.

 

Chegámos a 26 e na manhã seguinte o joão acordou com febre, à tarde já estava com 38 e tal e no dia seguinte já era 39... A história portanto repetiu-se. No ano passado foi a Teresa, este ano foi o João. Mais uma vez passámos o ano no aconchego do nosso lar e não passámos mal. Entre marisco, doces, e um bom vinho, fizemos a nossa festa. A Teresa aguentou-se até às 00.00 pela primeira vez e simplesmente adorou ver o fogo. A nossa casa tem uma das melhores vistas sobre o mondego, exatamente onde tem lugar o fogo de artifício, por isso, é puxar a cadeira e sentar em frente à janela. E cá estamos em 2014. Para este blog desejo vida longa e mais tempo para registar os tantos momentos que temos vivido. Este nosso espaço já tem mais de 5 anos (tem a idade da pipoca) e espero que comemore mais. Não sei, contudo, se vou manter este registo no futuro. Andamos a ponderar a privatização. Veremos.

 

Bom ano para todos!

publicado por pipocateresa às 20:54 | comentar | ver comentários (1) | favorito
02
Jan 13

Christmas time...

O nosso Natal começou na sexta com a mítica viagem rumo ao sul. Com o pimpolho a bordo, a viagem torna-se ainda mais longa, pelo facto de termos de parar para ele mamar. Saímos de Coimbra por volta das 13.00, com uma Teresa a perguntar se faltava muito quando ainda nem a Condeixa tínhamos chegado... E foi sempre perguntando até chegarmos a casa dos meus pais, já passava das 18.00. Parámos em Grândola para a paparoca do João e para esticarmos as pernas. O tempo estava maravilhoso: sol e um calorzinho bom para esquecer a chuva miudinha que tínhamos deixado em Coimbra. D. Juan dormiu toda a viagem. Mesmo toda. Uma delícia portanto.

 

Por lá a festa foi cozinhada com mimos, temperada com muitas comidinhas boas (hmm tão boas), e adoçada com brincadeiras. Domingo demos um passeio junto à ria Formosa, com direito a muitos carrosséis (perdi a conta às voltas que o avô babado pagou às netas...) e pipocas. Depois disso não mas saímos de casa porque Dona Pipoca ficou doente... Febre, diarreia e vómitos. Toda a semana assim.

 

Regressámos na quarta, com um João a dormir a viagem toda novamente. Haja movimento para esta criança adormecer. Ainda tivemos que fazer uma paragem de emergência em Pombal e correr para as casas de banho exteriores... Mas correu bem, aliás, correu até muito bem, porque quinta e sexta passou o dia na casa de banho com diarreia. Na sexta deixou de ter febre e os nossos planos eram ir para casa da avó paterna no sábado. Mas sábado voltou a febre e como no domingo continuava com febre, o pai foi às urgências do Pediátrico com ela para ver o que se passava. Eu fiquei em casa com Don Juan. Diagnóstico: amigdalite bacteriana...... Lá veio com antibiótico receitado. Já não fomos no domingo. A passagem de ano aproximava-se e nós a ver que a íamos passar em casa... Segunda foi um dia terrível de febre: 39.8, 39.0 baixava para os 38 com o benuron. Uma Teresa muito quebradita, sem querer comer e a decisão lógica: ficar em Coimbra. Saí de casa e fui comprar uns docinhos natalícios à pastelaria e passei no Super para comprar o que faltava para sair um bacalhau com natas. Na mesa não faltou o queijo da serra, o champanhe (para o papá que a mamã bebeu suminho), gambas cozidas, o belo do bacalhau, coscorões, sonhos, rabanadas, broinhas de Natal, passas. Jantámos, por volta das 9.30 deitámos a teresa, dei banho ao joão, mamou e deitei-o. Por volta das 10 sentámo-nos no sofá a conversar e a fazer zapping visto que não dava na Tv. À meia-noite comemos as passas e vimos o fogo de artifício para o qual temos vista privilegiada de nossa casa. E assim foi a nossa entrada em 2013: caseira, tranquila, mas, apesar de tudo, boa.

 

Agora continuamos em casa para ver se enchemos a teresa de defesas capazes de combater os vírus e bactérias que por aí vêm.

publicado por pipocateresa às 14:44 | comentar | ver comentários (4) | favorito
19
Dez 12

Mimos natalícios

Todos os anos damos umas prendinhas à educadora e auxiliar da salinha da Teresa. A tradição cá em casa é oferecer um conjuntinho da Boticário porque é uma prenda consensual e útil. Como as auxiliares rodam de 2 em 2 anos, a Teresa este ano "perdeu" uma das pessoas que ela mais gostava na escolinha porque foi para outra sala. Quando falámos em prendas, referiu logo o nome desta auxiliar. Ora, com este andamento, e sabendo que o João vai entrar na escola daqui a uns meses, não tardaria a que todos os funcionários da escola tivessem que receber uma prenda. Assim sendo, colocámos mãos à obra e decidimos fazer uns biscoitos. 

 

A tarefa começou no sábado, com participação da prima e da tia C.. Assim testámos a receita e comemos os bolinhos no domingo e durante a semana. Depois foi reproduzir duas vezes a receita (podem ver a receita aqui) e fazer um glacé com corante verde e saíram estes belos saquinhos...

 

O processo foi assim...

 

 

 

Em cada saquinho seguiu uma mensagem personalizada. Para a auxiliar que a deixou, escrevi esta mensagem:

"Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós." Adoro esta frase de Antoine de Saint-Exupéry. Não a conhecia mas o ano passado, no Natal, num postal de Natal inesperado, escreveram-me esta mensagem. Quando a leio lembro-me sempre de quem a escreveu e de uma outra amiga (visitante deste blog) que deixou de ser colega exatamente há um ano. São duas pessoas que deixaram a instituição onde trabalho e que me fazem muita falta. :)

 

E daqui a pouco vou fazer de Pai Natal. 

publicado por pipocateresa às 14:46 | comentar | ver comentários (3) | favorito
10
Dez 12

De viagem...

Domingo foi dia de primeira viagem para o nosso pequeno laparoto.

Saímos, rumo ao Norte, ainda não eram 11.

Chegámos perto do meio-dia. Dormiu a viagem toda.

Por lá andou de colo em colo, bem disposto mas com pouca vontade de dormir.

Ia dar-lhe de mamar às 4 para em seguida rumarmos a Coimbra mas não quis mamar... Estranho. Fiquei logo preocupada, porque, embora me considere uma mãe tranquila, no que trata a comida sou um bocadinho stressada.

Decidimos vir para baixo sem ele mamar, sempre à espera que acordasse durante a viagem.

Nada.

Dormiu todo o caminho. Quando chegámos a casa mamou, mamou, mamou. Pudera!! 

A viagem, a agitação, o sítio diferente, devem ter baralhado o meu pequeno Piglet.

 

Lá fez as delícias de todos. Ai que é tão grande, ai tão arrebitado, ai que olhos tão abertos que já tem... :)

publicado por pipocateresa às 13:59 | comentar | ver comentários (2) | favorito
06
Dez 12

O Natal já chegou cá a casa...

Sábado foi dia de fazer nascer o Natal cá em casa. Pai e filha agarraram a tarefa enquanto a mãe fazia uns bolinhos na cozinha, sob o olhar atento do pequeno Piglet. Cá em casa fazemos árvore e presépio com direito a musgo comprado no mercado.

 Mas a sensação deste ano para a mais pequena é o calendário do advento. Já o temos há 2 anos mas este ano é que a princesa está a dar o devido valor. A primeira coisa que faz de manhã quando se levanta é ir mudar o dia no calendário. "Hoje é dia 6" disse esta manhã toda contente!! Só agora me apercebo que este calendário é também uma boa estratégia para ir tendo a noção dos dias e do tempo.

publicado por pipocateresa às 14:30 | comentar | ver comentários (3) | favorito
26
Nov 12

Começam as tarefas natalícias...

E a primeira foi para a escolinha. 

Com este pedido...

Andei durante a semana a pensar o que havia de sair: se usava o formato do rolo, e pintávamos com acrílico motivos natalícios; se forrava com tecidos; se usava o papel dos rolos apenas como base e fazia uma forma como uma estrela, uma árvore.

Decidi usar os rolos apenas como base e fazer duas estrelas sobrepostas que forrámos com papel de felcro. Como ela tem e quer participar têm que ser coisas relativamente simples. E saiu isto! As borboletas foram coladas para dar alguma graça ás estrelas que estavam um bocadinho pobres. Para além disso, o símbolo da Teresa na escola é a borboleta.

 

publicado por pipocateresa às 10:45 | comentar | ver comentários (1) | favorito
22
Dez 11

And so this is Christmas parte II

E o Natal aproxima-se. Este ano rumamos ao Norte para festejar a quadra entre bacalhau às lascas, filhozes, rabanadas e muitas coisas boas.

A Teresa está super animada com o Natal. Quando lhe perguntam o que gostaria de receber, responde "um urso de peluche", ou um "coelho de peluche", antes dizia "um cão que ladra", mas lá a convenci que não era boa ideia...

 

A todos os que por aqui passam desejo um Natal quentinho, com muito amor e carinho!**

publicado por pipocateresa às 22:41 | comentar | ver comentários (2) | favorito
tags: ,
08
Dez 11

And so this is Christmas

 

 E cá em casa já é Natal!

 

 

 

E este ano foi esta a nossa colaboração para a escola. Tínhamos a tarefa de decorar uma árvore de Natal em cartolina.

publicado por pipocateresa às 20:40 | comentar | ver comentários (3) | favorito
30
Dez 10

Ao passar as fotos natalícias

Constatei que, durante a abertura de prendas, a miúda não se ri uma vez, uma única. O ar dela varia entre "o que é que me está a acontecer'" e "está tudo maluco, ou quê?". Ora agora abre esta, e olha esta tão grande, e agora esta, e mais esta...

 

(eu bem digo que temos que ser comedidos com as prendas, eu bem digo mas ninguém me ouve) :)

(depois da surpresa inicial tem andado deliciada com os brinquedos)

publicado por pipocateresa às 08:35 | comentar | ver comentários (7) | favorito
29
Dez 10

Let's Cook!!

Dona Mãe com o maravilhoso...

Dona Filha com, não um, mas dois Kits para cozinha a bombar...

( um deles é este, tão liiiiiinndooooo!!!)

Prevê-se um final de ano animado!! hihi

 

(agora em vez de acordar e dizer "quero leitinho", diz "quero cujinhar!!!" hehehe)

publicado por pipocateresa às 09:17 | comentar | ver comentários (3) | favorito