06
Abr 13

Na biblioteca

Hoje fizemos uma saída de "gajas" a lembrar os velhos tempos. Fomos as duas à biblioteca. Tivemos a sorte de chegar na altura em que iam contar histórias. É muito engraçado porque eles criam mesmo os cenários adequados a cada história. Estivemos assim em 3 ambientes diferentes, um para cada história. Quando chegámos sentámo-nos, os miúdos à frente, sentados no chão, e os pais atrás, uns em pé, outros, como eu, no chão também. A história mal tinha começado já D. Pipoca estava de dedo levantado. Na altura, a quem estava a contar a história, não lhe deu a palavra e ela lá baixou o braço. Passado um pouco levantou a mão outravez. Lá lhe deram a palavra. A história era sobre um menino que gostava muito de livros, tanto que até os comia, e a Teresa queria dizer que também lia muitos livros em casa... Por vezes, ao longo da história, iam fazendo perguntas. E a Teresa sempre em grande performance...

 

Gostei mesmo muito de observá-la e ri-me por dentro muitas vezes. Olho para ela e revejo-me em muitas coisas, nomeadamente, naquela atitude um pouco de coragem de quem responde sem grande medo de estar a responder mal. Também no gostar de se destacar e de ser ouvida. Esta parte é boa e má... como costumo dizer cá em casa, há aquelas crianças que é preciso reforçar para ganharem segurança, auto-confiança, etc. A Teresa, não, é preciso dizer "menos" e às vezes "muito menos"...

 

publicado por pipocateresa às 21:31 | comentar | ver comentários (5) | favorito
14
Nov 12

De levar às lágrimas...

Início da noite em nossa casa.

Pai e mãe vêm o Jornal da Noite.

Filho a dormir na espreguiçadeira.

Filha a ver A Bela e o Monstro no ipad.

Filha olha para nós com os olhos cheios de lágrimas. Mãe "amor estás a chorar porquê?"

Filha "Esta história é muito triste". 

 

E pronto fica aqui registada a primeira vez que filha se emocionou com um filme. 

publicado por pipocateresa às 14:59 | comentar | ver comentários (2) | favorito
17
Out 12

E a Teresa...

:) A minha pequena princesa vive sentimentos ambivalentes desde o nascimento do mano.

Se por um lado o acha fofinho, quer dar miminhos e beijinhos e tratar dele.

Por outro sente que o tempo para ela é agora muito menos e que as atenções são repartidas (e de forma desigual porque ele requer nesta fase muita atenção da minha parte).

 

Foi vê-lo logo no dia em que nasceu. Quando entrou no quarto estava eu a dar de mamar e ela ficou surpreendida a olhar para mim e para o mano. Abracei-a ao mesmo tempo que dava de mamar e assim ficámos um bom tempo. Sempre que o foi visitar senti-a alterada. Nada que se notasse muito, seria preciso conhecê-la bem para perceber. Estava feliz mas com muitos sentimentos para gerir. Nos primeiros dias em casa, e hoje mantém-se, está sempre pronta para ajudar no que for preciso (buscar fraldas, deitá-las no lixo, trazer o creme, etc.). Canta músicas para o mano e embala-o na espreguiçadeira. Mas depois tem saídas em que se vê nitidamente que está com ciúmes, o que é perfeitamente normal, claro. Por exemplo, no outro dia estava eu a embalá-lo com a música "O Manel tinha uma bola". Ela veio logo ter comigo disparada a dizer para eu não cantar essa música que era só nossa... 

 

Apesar de tudo nos últimos dias já a sinto mais tranquila. Sinto que encontrou o lugar dela e situou também o mano no dele. Ainda hoje disse que adorava da mesma forma o mano, a mamã e o papá. :)

publicado por pipocateresa às 21:05 | comentar | ver comentários (4) | favorito
11
Jun 12

Festa Final de ano

Na sexta foi a festa de final de ano na escolinha da Teresa!

Maravilhosa!!!

Muito bem organizada, os miúdos portaram-se super bem e a Teresa esteve linda!!

Começaram com o hino da escola (foto) e no meio de tanta criança conseguíamos ouvir a voz da Teresa, lol, a sério!

Depois foi um musical montado por eles, em que cada sala fez uma cena.

A Teresa teve 4 ou 5 falas e disse todas muito bem. Colocou o pavilhão todo a rir (baba, muita baba).

Depois ainda cantou ao microfone a música da cena da sala dela. Sem vergonha nenhuma e cheia de à vontade. Linda!

 

 

publicado por pipocateresa às 09:46 | comentar | ver comentários (3) | favorito
15
Abr 12

...

Passou a manhã a transportar brinquedos do quarto para o corredor

Livros, jogos, bonecos e bonequinhos

Apenas lhe dissemos: Não te esqueças que depois tens que arrumar

Que sim, que arrumava...

Depois de almoço e antes da sesta começou a arrumação

Andou, andou, andou, foi levando as coisas

Mas os livros que eram mesmo muitos estavam a dar luta...

Chega à cozinha "Mamã sabes uma coisa?"

"Diz Teresa!

"Tu és muito inteligente a arrumar os livros!"

publicado por pipocateresa às 14:40 | comentar | ver comentários (2) | favorito
30
Mar 12

Beijos e beijos

E agora é isto várias vezes ao dia

Beijos e beijos na barriga

E conversas com o mano

e cantar para o mano

e mais beijos na barriga

 Foto retirada da net

 

(e era tão bom que a tranquilidade e normalidade com que acolheu a notícia fossem as mesmas com que vai receber o novo elemento)

 

(e agora tenho que arranjar o novo nickname para o princípe/princesa. Se for princesa serve Pipoca, mas e se for príncipe? Tenho passado as viagens a pensar num nome giro e que, tal como pipoca, esteja relacionado com coisas  boas e doces. Pensei em bom-bom, chocolate, conguito, mas e se for branquela como a minha pipoca?? Enfim, vamos pensando)

 

 

publicado por pipocateresa às 19:50 | comentar | ver comentários (3) | favorito
27
Mar 12

Doce Teresa...

Ontem ao final da tarde fomos fazer uma pequena caminhada.

Uma parte fez ás cavalitas do pai e sempre a cantar:

"O meu pai é o meu herói...", aprendeu a música na escola para o dia do pai mas só ontem a ouvi

o pai então pergunta "Então e a mamã Teresa"

prontamente responde

"a mamã é a minha querida"

 

é engraçado como o modelo é mesmo a mamã. É do SCP como a mamã. Quer ter olhos castanhos como a mamã (ela que tem uns olhos lindos). Quando for grande quer ser mamã!! :)

bem sei que isto vai mudar, mas por agora vai enchendo o coração.

publicado por pipocateresa às 16:37 | comentar | ver comentários (3) | favorito
27
Fev 12

Coisas que nos sabem bem

Esta manhã eles saíram e eu fiquei na cama, de "molho" (uma crise do síndrome de Menier).

Ela foi-me buscar os bonecos preferidos para eu brincar. Lá estava o urso branco, a ovelha, o cão.

Já à porta lembrou-se de algo muito importante... Voltou atrás e deixou-me este livro em cima da cama.

Achei delicioso!

publicado por pipocateresa às 17:41 | comentar | ver comentários (2) | favorito
13
Fev 12

Pequena pirosa...

publicado por pipocateresa às 11:08 | comentar | ver comentários (3) | favorito
29
Set 11

Há coisas que são tão minhas.....

... que até assusta!! :)

 

- Teresa se hoje fizeres fita para dormir, amanhã a mamã não brinca contigo!

- Não faz mal mamã, eu sei brincar sozinha...................................................

 

(uma vez, não sei porquê, o castigo lá em casa foi deixar de ver a telenovela. Andávamos na escola primária, teria para aí uns 9 anos, numa altura em que a telenovela era um evento nacional. O meu pai achava que estava a "fazer uma grande coisa" com aquele castigo. A meio da semana lá reforçou a ideia do castigo, dizendo qualquer coisa do género "não vês se te portasses bem podias ver a telenovela". Eu respondona como sempre saio logo com um "ah não faz mal papá, amanhã na escola os meus amigos contam-me tudo......................)

publicado por pipocateresa às 21:40 | comentar | ver comentários (2) | favorito